terça-feira, 7 de junho de 2016

Published 09:29 by hyper with 0 comment

Perigos do Sexo Oral

O sexo oral é praticado pela maioria dos homens e mulheres, ainda que seja considerado um tabu pelos mais conservadores. A prática do sexo oral, porém, há bastante tempo já é vista como normal e faz parte da relação sexual como um todo.

Nesse sentido, muitas pessoas se perguntam como se proteger de doenças e se a prática do sexo oral pode transmitir DST’s. Sim, é possível se contaminar através do sexo oral, e isso vale para todas as doenças sexualmente transmissíveis. É verdade que a contaminação ocorre muito mais facilmente com a penetração, porém, é necessário também tomar cuidado na hora do sexo oral.

A problemática, porém, consiste no fato de que muitos homens e mulheres consideram o sexo oral com proteção “sem graça”, e menos prazeroso, e as dificuldades em relação a proteção da mulher são ainda maiores, uma vez que a camisinha feminina é pouco efetiva na proteção em relação ao sexo oral.

Sendo assim, para evitar os perigos das DST’s é necessário inicialmente que você conheça muito bem e confie no seu parceiro(a), caso vá abrir mão do uso de proteções e camisinha, e no caso de parceiros eventuais, onde não é possível saber se a pessoa tem alguma doença, a proteção é essencial para que não haja riscos de contrair doenças.

Como dito anteriormente, todas as doenças sexualmente transmissíveis podem ser transmitidas através do sexo oral, e entre elas podemos citar a gonorreia, herpes, sífilis e inclusive a Aids, onde apenas uma pequena área machucada na boca ou na genital pode significar algum risco.

Mas como se proteger?

No caso das mulheres: A grande preocupação em relação a proteção da mulher se faz em relação ao fato de que a camisinha feminina não é efetiva em relação ao sexo oral, deixando boa parte da vagina exposta, e ainda não existe nenhum outro produto indicado para essa situação.

Para ajudar na proteção, a principal dica é usar a camisinha masculina, onde ela poderá ser cortada ao meio e colocada sob a vulva. Ainda que o método pareça estranho, o uso da camisinha masculina é mais efetivo na proteção e como existem camisinhas com cores, gostos e cheiros, a brincadeira poderá ficar mais agradável.

Se a camisinha masculina não é uma opção, outra dica é usar papel filme (aquele plástico para embalar alimentos), onde a vagina deve ser coberta por ele, evitando o contato direto da língua com a vagina.

A utilização desses métodos pode ser bastante estranha inicialmente, porém, é uma forma de se manter segura em relação a contaminação de DSTs. Tente fazer uso das técnicas e incorporá-las a sua rotina sexual. - dica de amiga: fio terra também transmite. cuidado.

No caso dos homens: No caso dos homens a proteção é muito mais simples, onde a camisinha masculina não deixa contato direto entre a boca e o pênis, protegendo tanto quem faz quanto quem recebe o sexo oral. Um ponto importante a ser chamado a atenção aqui, é que a camisinha deverá estar presente em toda a relação sexual, e não só depois que o sexo oral começou, e dessa maneira as pessoas estarão realmente seguras.

Quanto ao sêmen, é importante lembrar que quando eles estão em contato com a boca, pode ocorrer a contaminação caso haja lesão na mesma, e mesmo quando o sêmen não é engolido, pode haver o contágio.

Cuidados com a higiene: Tanto homens quanto mulheres devem estar atentos a sua higiene, e ainda que eles não possuam nenhuma DST, a falta de higiene poderá trazer risco de doença para eles e para seus parceiros. Manter a higiene pessoal é uma obrigação.


      edit

0 comentários:

Postar um comentário